Arquivo do mês: setembro 2007

Eliot em Sonho

Ilustre silente, seguro no mastro, no leme temente do lastro distante Lembrar-se-ia de Flebas e desejaria digna morte Mas agora, o sol cega, as mãos tremem por sua covardia noturna.                     Denise Bottman

Publicado em Poesias e HaiKais | Deixe um comentário